História do Hospital

História do Hospital

O Hospital Estrela (HE) foi fundado em 14 de abril de 1929, com o nome de Casa de Saúde Estrelense, iniciando com 25 leitos para atendimentos clínicos, cirúrgicos, obstétricos e pediátricos. Desde a sua inauguração, o Hospital passou por muitas ampliações e transformações. À medida que a população aumentava, o Hospital ampliava seu espaço físico e também aperfeiçoava-se tecnologicamente, e cada vez mais profissionais especializados integravam o Corpo Clínico e funcional do Hospital.

A partir de 1984, devido as grandes mudanças no sistema de saúde e outras dificuldades que foram se somando às dificuldades administrativas, a mantenedora optou por uma assessoria administrativa especializada  em gestão hospitalar, que assumiu o Hospital em comodato por dez anos.

O hospital foi reassumido pelas irmãs em 1º de julho de 1997, com 46 leitos, descredenciado do SUS, e com diversas melhorias a serem implementadas. Pouco a pouco foi reestabelecida parte da capacidade instalada e criou-se ambiente para o atendimento integral e universal. Com o retorno das irmãs foram retomados os investimentos, o atendimento ao SUS e a filosofia de trabalho das irmãs.

Em abril de 1999, para facilitar a gestão e prestação de contas junto ao governo, a mantenedora fez desmembramentos, criando a AFRAS – Associação Franciscana de Assistência à Saúde. O HE pertence às Irmãs Franciscanas da Penitência e Caridade Cristã, tendo por mantenedora a Associação Franciscana de Assistência à Saúde, e, atualmente por elas dirigido. Tem aproximadamente 12.000 m² de área construída.

Muitas reformas e adequações foram realizadas, principalmente nas acomodações, visando conforto e segurança aos pacientes. Recentemente foram remodeladas duas unidades clínicas, uma para atendimento de convênios e particulares, e outra para atendimento SUS, oferecendo ainda espaço exclusivo para pacientes de Saúde Mental.

Atualmente, o Hospital Estrela conta com recursos de diagnóstico, tratamento e reabilitação, dispondo de uma equipe multidisciplinar habilitada e qualificada. Seu corpo clínico caracteriza-se pelo elevado nível profissional, bem como, uma estrutura hospitalar empenhada em ressaltar a persistência e determinação em transpor os obstáculos surgidos.

A equipe é composta por aproximadamente 365 funcionários e 74 Médicos do Corpo Clínico,  disponibilizando 119 leitos para internações hospitalares e 17 leitos para observação ambulatorial. É um hospital geral, que atende a população do Vale do Taquari, realizando diversos procedimentos. As unidades de atendimentos são: Unidade de Terapia Intensiva (UTI) - Adulto (10 leitos) e  Neonatal (10 leitos), Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Pediátrica, Centro Obstétrico, Centro Cirúrgico, Saúde Mental e Pronto Socorro 24hs.

 

 

   

Missão

Oferecer assistência integral, segura e de qualidade na área da saúde, baseada na espiritualidade Franciscana e no carisma de Madre Madalena, no modelo de gestão autosustentável.

Visão

Ser Hospital de referência em credibilidade, segurança e confiabilidade no Vale do Taquari até 2020.

Valores

  • Qualidade  

  • Credibilidade e Confiabilidade

  • Espiritualidade e Carisma

  • Sustentabilidade

  • Ética

  • Crescimento e Desenvolvimento

  • Política de Qualidade e Segurança

 

« voltar